quarta-feira, 6 de abril de 2016

5 coisas que você precisa saber antes de ter um bebê!

Planejando um bebê? Yes! Parabéns! Mas antes leia esses 5 pontos importantes sobre essa nova caminhada e esteja ainda mais certa que é isso mesmo que você quer. Sonhar com a sua família crescendo é o sonho mais valioso de todos. Principalmente sonhar com uma família cheia de saúde, amor e um lar bastante acolhedor. Os pontos que eu destaquei foram:

1) Disposição

Ter filho requer tempo, disposição e muita dedicação. Não adianta planejar ter filhos pensando que aos 4 meses voce vai voltar a rotina normal de trabalho e simplesmente deixá-lo na creche ou com uma babá, ou até mesmo com a vovó. Bom, não é tão simples assim . Sua vida vai mudar e alí você terá a responsabilidade de educar uma pessoinha. Não "jogue" essa responsabilidade pra mais ninguém. Mesmo que você tenha que voltar ao trabalho, pense que nas folgas e feriados você precisa se dedicar, precisa presenciar as "primeiras vezes", precisa guiar e educar seu bebê pessoalmente.

2) Exaustão

Se você vai continuar trabalhando fora ou não, deve ficar ciente de uma coisa que acontece com todas as mães: exaustão. Mas calma! Sempre dá certo! Só que você precisa realmente saber que ter filhos é se dispor a toda hora do dia. Dar carinho, amor e atenção cansa. Sim, pode parecer estranho, mas tem aquele momento que você fica tão cansada que quer achar o jeito mais rápido de fazer a criança parar de chorar e acaba ensinando alguma coisa "errada" e é muito comum também gritar desnecessariamente. Dar doces no lugar do almoço ou do lanche. Você já deve ter visto alguma mãe fazendo isso, porque ela simplesmente está cansada naquele momento, mas não julgue, toda mãe passa por momentos assim. Só que isso é alguma coisa pra se pensar antes de ter seu bebê. Pois o seu comportamento na hora da exaustão também vai ensinar alguma coisa pra seu filho. Você vai mudar naturalmente, mas também precisa querer mudar a mentalidade pra educar alguém mais pacientemente a qualquer tempo,  em qualquer situação.

3) Pesquisar

Você não vai entender muito bem como você fez isso ou aquilo, mas é o seu amor incondicional pelo seu filho. Isso é ótimo e muito prazeroso. Você vai saber tudo na hora certa. Mas antes de tudo isso acontecer, não custa nada ler sempre um livro aqui, um artigo ali, um blog, ter um bate papo com diversas mamães, enfim, pesquisar. Tudo isso vai contribuir bastante. Se organize por fases: leia sobre a gravidez quando estiver grávida, leia sobre os primeiros meses do bebê, assim que ele nascer e assim por diante nas próximas fases. Vai ser muito bom. Não é obrigatório você aceitar tudo que ler, mas como eu disse, na hora certa, seu amor materno sabera o que fazer.

4) Sexo

Nos primeiros dias não é comum você receber alta médica pra voltar a ter relaçoes sexuais. Então você já deve saber de cara que vai mexer um tantinho com o casal. Saber disso antes e se preparar com seu parceiro é bem melhor, porque quando os dois estão com a cabeça bem aberta pra receber o novo membro da família fica mais fácil esperar e dar um tempo de vez em quando. Mas ao passar do tempo isso pode ser um estresse, principalmente pro homem, já que muitas mulheres perdem um pouco o desejo por sexo, nos primeiros meses. E o fator "cansaço" faz com que a mulher muitas vezes prefira tirar uma boa soneca no lugar de "curtir". Mas vale a pena ler sobre as experiências de outras mães que não deixaram o sexo de lado e também conversar abertamente com seu parceiro sobre o assunto, e até pedir pra ele cuidar um pouquinho do bebê enquanto você descansa "pra mais tarde".

5) Realidade

Se você é dessas que fica babando as fotos e mais fotos de bebês fofinhos e gostosos nas redes sociais de suas amigas, bom, está na hora de pensar o que tem por trás de um bebê tão lindo e cheirosinho. É uma das melhores sensação do mundo: você tirar uma foto do bebê tão lindo e arrumadinho e postar no instagram. "Poxa! Que lindo, foi eu quem fiz!" Hahaha. Mas eu mesma, experiência própria, já fiz isso e vou confessar aqui que minha bebê só ficou lindamente pra foto até que eu postasse no instagram. Logo depois... Cocô, regurgitação, vômito, a criança sai correndo desmanchado o penteado, se joga na lama, quebra alguma coisa, pega seu celular e leva direto pra boca... Enfim, cada idade tem suas histórias pra contar. Isso não é ruim, é muito cansativo mas também muito divertido. Só quero deixar claro aqui que na maioria das vezes aquela foto linda do bebê que você viu, é mesmo só uma foto. Tem bebês mais agitados, mais tranquilos, mais espertos, dorminhocos. A realidade é uma história não contada nas redes sociais, não se engane mas também não desanime. É maravilhoso ter uma família. Apenas esteja certa que se é isso que você quer. Não ter filhos não tem problema, mas se você escolher ter... Então se dedique o tempo todo!

Um grande abraço e desejo de coração que as famílias sejam sempre felizes na maior parte do tempo e que todos tenham muita saúde e amor por todos os lados!